Em um mundo tão materialista, cheio de ideologias e subjetivismos, nos deparamos com o esvaziamento da fé e dos valores morais. A humanidade caminha para um caos total, onde o bem é norteado pela busca da satisfação pessoal que é gerado pelo individualismo. Segundo a moral cristã, o pecado é um voltar-se contra Deus, Senhor e Criador dos homens. Aqueles que foram criados por Deus à sua imagem e semelhança buscam voluntariamente o seu contrário. Fomos criados para o amor e nos contentamos com a sua sombra.

É como uma criança que, ao observar de baixo uma mulher que tece bordados, fica maravilhado com a “beleza” do emaranhado de fios que se observa no avesso. Mas aquele não é o Bordado mesmo, é o seu contrário. Quando conhecemos o bordado e as figuras que se formam na arte de tecer imagens com fios se percebe que tudo aquilo que víamos eram apenas um esboço da verdade. Assim também é Deus. As vezes nos perdemos no nosso caminho. Acostumamos com o avesso do amor. E achamos que nossas atitudes egoístas são boas. E nos afastamos livremente do verdadeiro Amor que é Cristo.

Em sua Infinita misericórdia, capacidade que Deus tem de nos amar apesar de nossas misérias, Ele nos concede o perdão. Dom que era dado somente por Deus é agora administrado pelo homem em forma de Sacramento. A confissão dos pecados se tornou meio necessário para o perdão e reconciliação com Deus e com a Igreja.

Por isso, se faz necessário que o homem, motivado pelo Espírito Santo, movido pela fé e verdadeira contrição, busque um sacerdote, para que, pela imposição das mãos e absolvição sacramental se cumpra a vontade do Pai, de reconciliar consigo a humanidade.

 

Padre Warlen Maxwell

 

 

 

 


Paróquia São João Evangelista 
E-mail: secretariasje@gmail.com
Telefone : (62) 3946-1681